quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Governo apresenta estudos para concessão de ferrovia de R$ 9,3 bi

 20/01/2016 - O Globo

 A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) colocou em audiência pública nesta terça-feira, (19), estudos para concessão dos quase mil quilômetros da ferrovia Norte-Sul de Ouro Verde de Goiás (GO) até Estrela D'Oeste (SP) e uma nova extensão até Três Lagoas (MS), onde existe um polo agrícola e industrial, principalmente de celulose.

O valor estimado a partir de estudos apresentados na audiência é de R$ 9,3 bilhões em investimentos. O cálculo é praticamente o dobro da estimativa inicial apresentada no ano passado na segunda fase do Programa de Investimentos em Logística (PIL), de R$ 4,9 bilhões.

O trecho da Norte-Sul está em fase final de construção pela Valec e o ramal de São Paulo ao Mato Grosso do Sul ainda não tem obras iniciadas. O modelo de concessão é inédito, por incluir um trecho praticamente pronto e outro ainda por fazer.

A ideia do governo é que o investidor tenha remuneração já pelo primeiro trecho enquanto constrói o segundo, aliviando a necessidade financeira de aportes na concessão. A construção da Norte-Sul até São Paulo, porém, teve seu ritmo de obras praticamente paralisado no ano passado pela Valec, prorrogando seu prazo de conclusão para dezembro.

Na semana passada, o Ministério dos Transportes aprovou a adoção dos estudos técnicos apresentados para o trecho entre São Paulo e Mato Grosso do Sul por J&F Investimentos S.A. e Concremat Engenharia e Tecnologia S.A, que serão remunerados em até R$ 9,9 milhões quando da ocasião da concessão.

Por meio de nota, a ANTT lembrou que a chegada da Norte-Sul ao município de Estrela d’Oeste (SP) permitirá a conexão da Ferrovia Norte-Sul com a ALL Malha Paulista, possibilitando o acesso ao Porto de Santos.