quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Mato Grosso e China firmam parceria de R$ 20 bi para construção de ferrovia

16/09/2016 - Portal Olhar Direto

Vinte bilhões de reais serão investidos na construção da Ferrovia de Integração Centro-Oeste, mais conhecida como Fico. A obra sairá do papel após assinatura de memorando entre o governador Pedro Taques e a China oficializando a parceria em prol da construção da ferrovia. A Fico deverá integrar o projeto de construção da ferrovia Bioceânica.

A Fico possui 1.641 quilômetros de extensão estimados e liga Campinorte (GO) a Vilhena (RO), passando por Lucas do Rio Verde e Água Boa em Mato Grosso.

O memorando que oficializa a parceria entre o Governo de Mato Grosso e a China foi assinado na quinta-feira, 15 de setembro, em Cuiabá. Além de Pedro Taques, o termo foi assinado pelo pelo diretor-geral da estatal chinesa China Railway Construction Corporation Limited (CRCC), Zhao Jiaping. 

Segundo o diretor-geral da estatal chinesa, o investimento de R$ 20 bilhões será benéfico para os dois lados.

Jiaping destacou, durante encontro com o governador Pedro Taques e o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, que por Mato Grosso ser o maior produtor brasileiro e maior exportador para a China o país asiático "quer estreitar essa relação e facilitar o comércio entre os dois países. Com o apoio do governo mato-grossense, teremos um projeto mais concreto para apresentar ao Governo Federal brasileiro".

Na ocasião, o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, sugeriu que um escritório da China Railway Construction Corporation Limited fosse montado em Cuiabá para dar andamento no projeto da ferrovia.

Na opinião de Marcelo Duarte, o documento assinado entre Mato Grosso e a China é importante, "pois oficializa nosso apoio, mas precisamos concretizar nossas ações. Com um escritório aqui, a CRCC estaria em contato com os técnicos da nossa secretaria e juntos apresentaríamos esse projeto em Brasília".

Integra a Ferrovia Bioceânica

A ferrovia de Integração Centro-Oeste deverá integrar o projeto de construção da Ferrovia Bioceânica, que partirá do Rio de Janeiro até o Oceano Pacífico atravessando os Estados de Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Acre, além do Peru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário