domingo, 24 de julho de 2016

Ferrovia Goiânia-Brasília pode ser repassada para os chineses

21/07/2016 - Diário de Goiás

Investidores chineses estão de olho na execução da obra do trem que ligará Goiânia-Anápolis-Brasília (DF). Representando o governador Marconi Perillo, o secretário chefe do Gabinete de Gestão da Governadoria, Luiz Alberto de Oliveira, recebeu nesta quarta-feira, dia 20, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, empresários do Grupo Tiesiju Civil Engineering, sediado na China, em busca de detalhes técnicos sobre o projeto, sua viabilidade e sobre a contrapartida do Estado. 

Numa reunião de mais de uma hora, eles disseram que a China tem hoje uma reserva de 45 bilhões de dólares para investir no Brasil. Um dos projetos de “alto interesse para o grupo” é a ferrovia entre as duas capitais do Centro-Oeste. “Estamos nos preparando para a concorrência pública. Por isso queremos todos os tipos de informações sobre esta obra”, afirmou o vice-presidente da empresa para a América Latina, Hu Hongliang. 

Luiz Alberto de Oliveira, por sua vez, afirmou que o Estado de Goiás está de portas abertas para atender as solicitações e informações sobre obras públicas. O secretário em exercício da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED), Luiz Antônio Maronezi, apresentou informações sobre as obras. Eles se reuniram novamente no final da tarde, quando foram apresentados detalhes técnicos e potencial econômico do expresso ferroviário que ligará as duas capitais, passando pela cidade de Anápolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário