segunda-feira, 25 de maio de 2015

China Ligação ferroviária Pacífico-Atlântico vai respeitar o ambiente

25/05/2015 - Notícias ao Minuto

"Os três países concordam com o facto de a viabilidade deste projeto não ser apenas favorável ao desenvolvimento comum, mas também proteger o ambiente", disse Li Keqiang, à chegada a Lima.

Depois do Brasil e da Colômbia, o primeiro-ministro chinês vai passar 48 horas no Peru, antes da última etapa da sua viagem à América Latina, que termina no Chile.

"A China vai respeitar a biodiversidade da América Latina (...) berço da floresta amazónica, tesouro da humanidade. Para criar infraestruturas é necessário proteger o ambiente", salientou o ministro numa declaração conjunta, ao lado do Presidente peruano Ollanta Humala, após a assinatura de dez acordos de cooperação.

Por sua vez, o Presidente peruano recordou que a China é o principal parceiro comercial do Peru.

Referindo-se ao ambicioso projeto de corredor ferroviário, que poderá custar dez mil milhões de dólares para ligar o Pacífico ao Atlântico, Humala disse que "vai consolidar a posição geopolítica do Peru como porta de entrada natural para a América do Sul".

O Peru tem a ambição de se posicionar como uma plataforma regional no comércio entre a América Latina e Ásia-Pacífico e já serve de ligação para Ásia para vários países da região, incluindo o Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário