terça-feira, 7 de abril de 2015

Hyundai Rotem inicia obras de unidade de Araraquara

06/04/2015 - Revista Ferroviária

Com a presença do presidente mundial da Hyundai Rotem, Seung-Tack Kim, do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do prefeito de Araraquara (SP), Marcelo Barbieri, entre outras autoridades, foi realizado na última 5a feira (02/04/15) o lançamento da Pedra Fundamental da nova fábrica de trens da Hyundai Rotem no Brasil. A cerimônia marcou o início das obras da unidade, que deve estar concluída e apta a produzir trens a partir de março de 2016.

O terreno de 150 mil m2 ocupa um espaço em meio a canaviais na área rural de Araraquara. Margeando o terreno estão os trilhos do recém-inaugurado Contorno Ferroviário, obra construída pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e operado pela concessionária ALL, que desviou o tráfego de trens do centro da cidade. Motoniveladoras já atuam na terraplenagem do terreno.

Dessa unidade industrial - a segunda maior da empresa no mundo - sairão trens que já têm destino confirmado. A Hyundai Rotem possui dois contratos já assinados no Brasil. Um deles é com a CPTM, de São Paulo, que comprou 30 TUEs com oito carros cada um (totalizando 240 carros), com motorização em 50% dos carros. O modelo escolhido terá ar-condicionado e corredores interligados. Eles serão usados na renovação da frota da companhia.

O outro contrato é para fornecer os trens do metrô de Salvador, operados pela CCR, em parceria semelhante à já realizada na linha 4-Amarela do metrô de São Paulo. Os trens para Salvador serão similares aos do metrô paulistano, porém ao invés de seis carros por composição, serão quatro. No total, serão entregues à CCR Metrô Bahia 34 trens, totalizando 136 carros, todos motorizados.

De acordo com dirigentes da Hyundai Rotem, a escolha pelos trens da empresa por parte da CCR é resultado da boa experiência alcançada na operação da linha 4-Amarela em São Paulo, a primeira do país dotada de trens driverless (sem condutor). O sistema de sinalização CBTC (communications-based train control) em São Paulo foi fornecido pela Siemens; em Salvador, pela Thales.

A nova unidade da Hyundai terá investimentos de US$ 40 milhões vai gerar pelo menos 300 empregos diretos, além de incrementar a rede de fornecedores locais. Segundo seu presidente mundial, Seung-Tack Kim, a expectativa da empresa é que a nova unidade encontre clientes em outros países da América Latina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário