sexta-feira, 4 de julho de 2014

Linha 13-Jade de SP terá € 300 mi de agência francesa

04/07/2014 - Revista Ferroviária

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou ontem (03/07) um contrato de financiamento com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O embaixador da França no Brasil, Denis Pietton, o cônsul-geral da França no Brasil, Damien Loras, e o representante da AFD no Brasil, Laurent Duriez, participaram da solenidade.

O valor - de € 300 milhões - será investido no projeto de implantação da Linha 13-Jade. A assinatura se deu no canteiro de obras da Estação Engenheiro Goulart, que está sendo reconstruída e fará a interligação entre as linhas 12-Safira e 13-Jade da CPTM.

A nova linha deve ter investimento total de € 557,48 milhões (R$ 1,8 bilhão), sendo € 300 milhões (R$ 960 milhões) por meio do financiamento da AFD para Obras Civis, € 80 milhões (R$ 256 milhões) por meio de financiamento do Banco Europeu de Investimento (BEI) para Material Rodante, R$ 250 milhões provenientes do PAC Mobilidade (OGU) para Energia, Telecom e Sinalização e R$ 322 milhões em recursos do Estado de São Paulo como contrapartida.

Com um total de 12,2 quilômetros de extensão (4,3 km de superfície e 7,9 km de elevados), a Linha 13-Jade atenderá a demanda em expansão da ligação de Guarulhos com São Paulo. A linha terá as estações Aeroporto de Guarulhos, Guarulhos-Cecap e Engenheiro Goulart, onde fará integração com a Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana), em São Paulo. A estação Engenheiro Goulart, na Linha 12-Safira, foi fechada ao público no dia 23 de junho e o prédio já está sendo demolido.

A demanda projetada indica que a nova linha deverá atender cerca 120 mil passageiros por dia em sua fase inicial e alcançar 200 mil passageiros por dia útil em 2020. Oito trens, 64 carros no total, atenderão à demanda. As obras civis da Linha 13 se iniciaram em dezembro de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário