sábado, 14 de junho de 2014

Içara e Criciúma testam transporte ferroviário de estudantes em agosto

13/06/2014 - Redação Engeplus

A princípio, será disponibilizado um vagão do trem com 200 lugares

O projeto de condução de estudantes içarenses à universidade de Criciúma, por meio do transporte ferroviário, começa a sair do papel. Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira entre os prefeitos Murialdo Canto Gastaldon e Márcio Búrigo, direção da Ferrovia Tereza Cristina (FTC), com a participação de alguns secretários municipais e vereadores, foi definida a realização de um teste para avaliar a possibilidade de implementação.

O transporte em caráter experimental acontecerá, sem ônus, durante uma semana, nos primeiros dias do segundo semestre deste ano (agosto). Será avaliado o custo operacional; a segurança e o número de passageiros. A FTC estuda a saída às 18h30min, na linha férrea em frente à estação rodoviária de Içara, com parada próxima à Satc. Será disponibilizado um vagão com 200 lugares.

Após a reunião que discutiu o projeto, realizado na prefeitura de Criciúma, o grupo saiu in loco para verificar os pontos em que se prevê a construção de duas plataformas, caso seja implantada a proposta. "Definida a implementação, será necessária a construção de duas plataformas com abrigo, viabilizadas por cada prefeitura e uma intervenção com um túnel entre a avenida Centenário, próximo a Satc", explicou o diretor da Ferrovia Tereza Cristina, Benony Schmitz Filho.

Tanto o prefeito de Içara, como de Criciúma, demonstram-se ansiosos com o projeto. "Do Plano Diretor de Mobilidade Urbana de Içara está previsto o transporte ferroviário. Em caráter experimental está a linha que levará os estudantes de Içara à Unesc. É o primeiro passo que evoluirá nesta direção. O que se pretende é incluir a ferrovia como mais um modal no transporte coletivo", diz Gastaldon. "Quero que este projeto aconteça e que, posteriormente, seja estendido para os trabalhadores. O maior interesse é nosso", complementa Búrigo.

Ainda segundo a FTC, a velocidade a ser utilizada no transporte será de 50 km/h. Numa distância de 10 quilômetros (de Içara ao bairro Pinheirinho), o percurso de trem até a universidade será de 20 minutos.

Colaboração: Francis Leny/Comunicação Içara

Fonte: Redação Engeplus 

Nenhum comentário:

Postar um comentário