sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Interesse privado na ferrovia

20/09/2013 - Revista Ferroviária

A iniciativa privada quer mais garantias para participar dos projetos metroferroviários de Parceria Público-Privadas (PPP). A Revista Ferroviária ouviu os investidores para saber quais são os pontos que preocupam em relação aos projetos de PPP: falta de garantias de pagamento;  riscos de desapropriação, construção e engenharia; mitigação de riscos;  insegurança jurídica;  necessidade de projetos viáveis e atualizados; taxa de retorno compatível com o risco assumido.

Na visão dos investidores privados é necessário que esses pontos estejam claros para que haja interesse nos projetos que envolver PPP. O Brasil tem hoje 21 projetos de PPP sendo oferecidas, ou prestes a serem oferecidas, ao mercado.  Essas PPPs incluem os 12 trechos do Programa de Investimentos em Logística (PIL); duas linhas de metrô em São Paulo, uma de monotrilho e quatro trechos de trens intercidades também em São Paulo; e os metrôs de Curitiba e Porto Alegre.

Uma das PPPs é a da Linha 6-Laranja de São Paulo, que teve seu edital relançado na sexta-feira passada (13/09). A linha que vai ligar a Brasilândia a São Joaquim teve uma licitação vazia no final de julho e uma das principais causas de não ter interessados foi o risco com as desapropriações, custo que o governo assumiu no novo edital.

O diretor de Novos Negócios do grupo CCR, Leonardo Vianna, explica que para ter investidores interessados em uma PPP é necessário em primeiro lugar que o projeto seja viável,  com rentabilidade adequada, segurança jurídica e marco regulatório bem definido. O grupo CCR é responsável pela Linha 4-Amarela de São Paulo, a primeira PPP do país, e ganhou recentemente a PPP para construção, manutenção e operação do metrô de Salvador.

A reportagem completa sobre o interesse da iniciativa privadas nos projetos ferroviários de PPP faz parte da edição Agosto-Setembro da Revista Ferroviária. A edição digital está disponível para os assinantes no site da RF – www.revistaferroviaria.com.br .  As pessoas que não são assinantes e querem adquirir a Revista Ferroviária podem entrar em contato pelo e-mail assinaturas@revistaferroviaria.com.br .

Nenhum comentário:

Postar um comentário