sábado, 17 de agosto de 2013

Ferrovia entre BH e Bahia pode custar até R$ 12 bilhões

21/07/2013 - Jornal O Tempo

Trem ligará capital à região metropolitana de Salvador e traçado será definido em audiência pública. Nova linha férrea terá extensão total de 1.419 quilômetros, passando por 26 municípios em Minas Gerais e 25 na Bahia

Por Juliana Contijo

Começa na próxima terça-feira a fase de audiências públicas do projeto da ferrovia que vai ligar Belo Horizonte a Candeias, na região metropolitana de Salvador (BA), que pode consumir investimentos de R$ 10,66 bilhões a R$ 12,158 bilhões, segundo projeto de engenharia da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O custo, baseado em estudos preliminares, varia de acordo com o traçado.

Segundo a agência, a reunião participativa vai acontecer em Feira de Santana (BA), às 14h. O objetivo do encontro é permitir que a sociedade local possa contribuir com o projeto, que será concedido à iniciativa privada pelo Programa de Investimento em Logística, do governo federal.

Em entrevista à TV NBR, o superintendente de Infraestrutura e Serviços de Transporte Ferroviário de Cargas da ANTT, Jean Mafra dos Reis, disse que a intenção é que a licitação seja concluída até o final deste ano e que o contrato possa ser assinado ainda no primeiro semestre de 2014.

Ele explicou que a fase de audiências públicas é importante para que seja definido o traçado.

A agência já encerrou o prazo para sugestões online e por escrito, chamada de fase de tomada de subsídio.

O superintendente ressaltou que a ferrovia, que irá ligar o Nordeste ao Sudeste do país, irá beneficiar o transporte de cargas de vários setores, com destaque para petróleo e derivados, minério de ferro, contêineres e, eventualmente, grãos.

Mais Minas. Na última sexta-feira, a Superintendência de Infraestrutura de Serviços de Transporte Ferroviário de Carga (Sufer) da ANTT realizou, em Ponte Nova, Zona da Mata mineira, reunião para colher contribuições aos estudos preliminares que serão utilizados no processo de concessão à iniciativa privada do trecho ferroviário compreendido entre Uruaçu (GO) e Campos (RJ), que vai cortar a região. Os investimentos previstos para essa ferrovia variam de R$ 19 bilhões a R$ 28 bilhões.

A futura ferrovia Minas-Bahia poderá se encontrar com trecho da sonhada ferrovia no Norte de Minas, conforme a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico. Para isso, está sendo desenvolvido pelo consórcio DB Internacional GmbH estudos de viabilidade econômica e o desenvolvimento de uma nova logística de infraestrutura ferroviária, que devem ser concluídos ainda neste ano.

O principal objetivo é ampliar o escoamento de produtos daquela região, incluindo minério de ferro e outras commodities produzidas em Minas. Conforme a secretaria, até o momento, o estudo sugere a construção de um trecho ferroviário no Norte de Minas para ser conectado à FCA, mas as definições ainda dependem da conclusão do projeto. Não há previsão de custos e de investimentos.

Fonte: Jornal O Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário