terça-feira, 27 de agosto de 2013

Empresa tenta reativar passeio de maria-fumaça

25/08/2013 - O Tempo

Em Média, 360 pessoas andam no trem em cada fim de semana

O Centro de Referência Ambiental e Turística (Crat) de Rio Acima, na região metropolitana da capital, tenta, na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), reativar o passeio turístico Trem das Cachoeiras, suspenso no início do mês.

O trajeto de maria-fumaça, em funcionamento há um ano na cidade, foi paralisado porque a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que detém a concessão para transporte de carga em vários trechos da malha Centro-Leste, decidiu desativar e devolver à ANTT 13 pontos da ferrovia. Desde que a agência deu o aval para a devolução, o passeio foi suspenso.

O Crat solicitou à ANTT que permita que o passeio continue a ser oferecido até setembro, quando o trecho será desabilitado. Além disso, a empresa já trabalha para que o projeto turístico seja mantido mesmo sem a participação da FCA.

De acordo com o empresário Flávio Iglesias, dono do Crat, a cada fim de semana sem circular, uma média de 360 visitantes são impedidos de fazer o passeio. "O maior prejuízo é para a cidade, população, bares, restaurantes e hotéis". Em julho deste ano, 1.284 pessoas andaram na maria-fumaça.

Resposta. A assessoria da FCA explicou que abriu mão dos trechos porque, a partir de estudos de mercado, constatou que eles não atendem os interesses dos usuários do transporte ferroviário de carga. A ANTT informou que, pela devolução dos trechos, a FCA terá que investir R$ 760 milhões na malha Centro-Leste, acrescidos de 15% a título de vantagem para o setor público.

Fonte: Jornal O Tempo - MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário