sábado, 11 de maio de 2013

Marcada 1ª audiência do trem de passageiros no RS

18/04/2013 - Ministério dos Transportes

O Ministério dos Transportes vai realizar, em 6 de maio, a primeira audiência pública sobre a linha de trens de passageiros que ligará os municípios Caxias do Sul e Bento Gonçalves. O objetivo é promover o debate do aproveitamento dos trechos de ferrovias de cargas já existentes, devidamente adequados para o transporte de passageiros em trens de média velocidade. A audiência acontece às 8h30 na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.

Durante o encontro, integrantes do Ministério dos Transportes e do Laboratório de Transportes e Logística da Universidade Federal de Santa Catarina (LabTrans/UFSC) vão apresentar os resultados dos estudos que concluíram pela viabilidade técnica-econômica do projeto e informar sobre os próximos passos. Além disso, o Ministério quer definir como será a participação dos setores privado e público, se por meio de concessão de exploração ou de Parceria Público-Privada (PPP).

A entrada em operação das novas linhas resultará em economia de energia, redução no tempo de viagem, segurança, conforto, além de promover a competição entre os dois modais. A ideia é fixar tarifas que concorram com as do transporte rodoviário de passageiros a fim de desafogar as rodovias. O Ministério dos Transportes também estuda a integrado dos trens regionais com o transporte urbano das cidades contempladas.

Além da Serra Gaúcha, o Ministério dos Transportes também divulgou recentemente os estudos sobre viabilidade econômico-financeira de trens de passageiros e abriu o período de consulta pública para os municípios de Londrina e Maringá. A estimativa preliminar é que a demanda diária de beneficiados será de 9,5 mil passageiros. A audiência pública para o trecho paranaense ainda não tem data confirmada.

Estudos de outros quatro trechos já foram contratados pelo Ministério e estão em fase de desenvolvimento: Pelotas – Rio Grande, no Estado do Rio Grande do Sul, Conceição da Feira – Salvador – Alagoinhas – Feira de Santana, no Estado da Bahia, Teresina/PI – Codó/MA e São Luis – Itapecurú-Mirim, no estado do Maranhão. Esses levantamentos estão sendo feitos em parceria com as Universidades Federais de Santa Catarina, da Bahia e de Minas Gerais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário