segunda-feira, 15 de abril de 2013

Licitação de ferrovia em Lucas é adiada para novembro

10/04/2013 - AgroOlhar

Foi adiado para novembro o lançamento do edital de licitação para as obras da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO) no trecho entre Lucas do Rio Verde (MT) e Uruaçú (GO). A informação é do gerente de projetos de transporte ferroviário de cargas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), André Luis de Oliveira Melo.

Não é a primeira vez que o cronograma para FICO é adiado. Anteriormente, a data definida pelo governo era abril deste ano. Para o secretário de logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, o atraso é inadmissível.

"O governo havia prometido que no primeiro semestre seria lançado o edital. Agora ficou para novembro. Estamos atrasados. Os estudos estão concluídos. É inaceitável", protestou Vuolo durante audiência pública sobre o tema solicitada pelo deputado Valtenir Pereira (PSB).

Queremos anúncio de investimentos, diz Valtenir de Fico e Ferronorte

De acordo com o gerente da ANTT, a FICO foi incluída no Plano de Investimento em Logística (PIL), que é o novo programa federal voltado para investimentos em logística que estavam inseridos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O trecho entre Lucas do Rio Verde e Uruaçú tem 1065 km de extensão, terá bitola larga e raio mínimo de 500 metros. A ferrovia será comportará locomotivas com 150 vagões capazes de transportar 38 milhões de toneladas por ano.

Ferrovia em Lucas está na fila de prioridades do governo, diz ANTT

A estimativa da ANTT é de investimentos de R$ 8,4 bilhões para sua conclusão e o prazo para concessão para a iniciativa privada é de 35 anos.

Ainda de acordo com o gerente da ANTT, o traçado referencial inicia em Lucas do Rio Verde, passa por Sorriso, Nova Ubiratã, Campinorte e Uruaaçú, mas pode ser alterado. "Temos enfrentado dificuldades em relação a reservas indígenas e unidades de conservação", argumentou Oliveira Melo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário