segunda-feira, 11 de março de 2013

Mais carga para a Ferronorte

10/03/2013 - Revista Ferroviária

O diretor de relações com Investidores, Rodrigo Campos, estima que haja um aumento de 15% no volume transportado no corredor Rondonópolis-Santos.

ALL concluiu no final de 2012 as obras da Ferronorte entre Itiquira e Rondonópolis, no Mato Grosso. Com o novo trecho, a concessionária finaliza a expansão dos 260 quilômetros da ferrovia entre Alto Araguaia e Rondonópolis e deve ter um aumento de 5% no volume total transportado neste ano. O diretor de relações com Investidores, Rodrigo Campos, estima que haja um aumento de 15% no volume transportado no corredor Rondonópolis-Santos.

Os 140 quilômetros da ferrovia ainda não estão em operação. A ALL aguarda a Licença de Operação para fazer a inauguração do trecho e iniciar as atividades. A previsão é que o documento seja emitido até o final de abril. O primeiro trecho de 120 quilômetros, entre Alta Araguaia e Itiquira, foi inaugurado em junho do ano passado.

Campos explicou que o mercado de captação de carga será o mesmo, mas a diferença é que a carga que ia de caminhão de Rondonópolis até Alto Araguaia passará a ser transportada pela ferrovia, seguindo para Santos.

Durante a reunião com investidores e analistas da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec-SP), Campos fez uma apresentação sobre os resultados da empresa, anunciados no início da semana. Os resultados apresentados mostraram que a concessionária teve queda de 17% no market share de commodities agrícolas do porto de Santos no quarto trimestre de 2012, em relação ao mesmo período do ano anterior. Campos explicou que a essa redução é reflexo do crescimento do mercado e que a ferrovia tem uma limitação de capacidade para atender.

Fonte: Revista Ferroviária/ABIFER

Nenhum comentário:

Postar um comentário