sábado, 23 de março de 2013

Ferronorte pode chegar à Cáceres (MT)

20/03/2013 - Diário de Cuiabá

O secretário Extraordinário de Acompanhamento de Logística Intermodal de Transporte, Francisco Vuolo, esteve reunido nesta segunda-feira (18), com prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, e equipe técnica para tratar de assuntos referentes vias de escoamento de produção para a região Oeste. De acordo com Vuolo, o encontro abre a possibilidade para estudar as viabilidades de levar para Cáceres um braço da Ferrovia Norte Brasil (Ferronorte), além da estruturação da malha fluvial do município.

Inicialmente ficou definida a realização de um workshop com representantes de indústrias interessadas, além de Universidades, prefeitos e outros representantes para que seja levantado um pequeno prospecto da viabilidade econômica de trazer o trilhos para o município. "Temos duas opções de trajeto da Ferronorte até Porto Velho (RO), e um deles passa por Cáceres.

Mesmo que seja um pouco mais cara essa rota, a potencialidade econômica da região pode fazer esta rota viável", destacou.

Vuolo frisou que entre Cuiabá e Porto Velho não existiria outro terminal, e que Cáceres é um polo ideal para a instalação de um terminal.

"Com a implantação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), temos um norte e um grande chamariz para criarmos uma rede de logística forte para a Região Oeste. A estruturação das hidrovias para escoamento da produção também é um fator importante para tomarmos esta decisão. Cáceres é um gigante adormecido, e tem muito a explorar. Além disso, facilitaria a interligação com outros países da América do Sul, gerando mais possibilidades", disse.

O Workshop tem previsão para acontecer no final de maio, e contará com vários palestrantes especializados no assunto. O evento será realizado pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal de Cáceres. De acordo com o prefeito Francis Maris, este é um momento único para o município.

"Cáceres tem um potencial gigantesco, e pode se desenvolver muito com a chegada da Ferrovia. Caso isso se concretize, teremos uma estrutura sólida de logística em quatro vias: Aérea, Rodoviária, Ferroviária e Fluvial, o que pode trazer arrecadação recorde para o município", disse.

Também participaram da reunião o presidente da Câmara dos Vereadores de Cáceres, Alvasir Alencar, o secretário de Governo, Neto Gouveia, e a secretária de Planejamento, Gisele Fontes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário