quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Obras da ferrovia até Rondonópolis avançam; entrega será em fevereiro

18/12/2012 - Cenário MT

A Brado investiu R$ 30 milhões no Terminal Intermodal Rodoferroviário de Rondonópolis




As obras para a construção do Terminal Intermodal Rodoferroviário da Brado Logística, em Rondonópolis, no Mato Grosso, estão dentro do prazo de conclusão. Esta semana a Companhia deu início à implantação da malha ferroviária que terá quase dois mil metros de extensão. Serão duas linhas férreas para encoste de vagões com capacidade para 120 contêineres estacionados.

A área total do empreendimento tem 140 mil m², com estrutura inicial para um pátio de 40 mil m² pavimentado em concreto, um escritório de 800 m² e um armazém de 3.200 mil m² para armazenar algodão e outras commodities. Além disso, também já foram iniciadas as obras para a nova estrutura de grãos, que terá capacidade para armazenar 15 mil toneladas e estufar 200 contêineres por dia.

"É um cilo bem moderno. Conseguimos estufar o contêiner em 4 minutos. No antigo terminal, em Alto Taquari (MT) esse trabalho era realizado em 40 minutos. É um ganho enorme de produtividade", explicou o presidente da Brado José Luís Demeterco.

O pátio já está com 50% das obras concluídas e 20% do armazém montado. Já os escritórios estão com 60% das edificações prontas. A previsão é que todos estes módulos sejam finalizados até o final de janeiro para que o Terminal seja inaugurado em fevereiro de 2013.

A Brado investiu R$ 30 milhões no Terminal Intermodal Rodoferroviário de Rondonópolis, que está sendo projetado para ser o mais moderno da Companhia, com habilitação para operar cargas gerais industrializadas por meio de armazéns especializados e movimentação inicial de dois mil contêineres por mês, podendo chegar a 10 mil em cinco anos.

Sobre a Brado Logística:

A Brado atua no mercado de contêineres no Brasil e Mercosul, utilizando o diferencial do transporte ferroviário para escoamento das cargas, que atendem o grande, médio e pequeno embarcador, com logística e infraestrutura integrada. A Companhia oferece capacidade, competitividade nos custos e qualidade de serviço, além de operações de transporte intermodal rodoferroviário, armazenagem de cargas reefer e dry, distribuição, frota própria, terminais de contêineres, Redex, Vigiagro e habilitações para os mercados internacionais.

A Brado opera em 20 Terminais Intermodais Rodoferroviários, 5 Armazéns Frigorificados e 4 Secos, localizados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Mercosul (Zárate, Buenos Aires e Palmira), além de possuir um EADI em Bauru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário