domingo, 7 de outubro de 2012

Valec adia contratação de projeto de ferrovia que passará por Lucas do Rio Verde

05/10/2012 - MT Agora - Só Notícias

A elaboração do projeto executivo é o primeiro passo para que a ferrovia comece a ganhar forma e sair do papel.

As obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), que passará por Mato Grosso, podem demorar mais do que o esperado para sair do papel. Isso se deve a concorrência pública para a contratação de empresa de consultoria de engenharia para elaboração de projeto executivo para implantação do trecho entre Campinorte (GO) a Lucas do Rio Verde. A mesma foi adiada "sine die", ou seja, sem data marcada para acontecer.

A determinação consta em Diário Oficial da União e está assinada pelo presidente da Comissão Permanente de Licitações, Werther Francy Leite. A Valec - Engenharia, Construções e Ferrovias S/A, empresa pública vinculada ao Ministério dos Transportes, é a responsável pelo empreendimento. A portaria não aponta qualquer tipo de motivo para o adiamento da concorrência.

A elaboração do projeto executivo é o primeiro passo para que a ferrovia comece a ganhar forma e sair do papel. Ele é um relatório técnico aprofundado sobre a obra. Somente após a conclusão deste documento é que a Valec poderá abrir licitação para iniciar efetivamente a obra. Anteriormente, foi estipulado que o projeto estaria concluído até o início de 2013. Acontece que como ele é um estudo aprofundado, o mesmo seria demorado. O que pode fazer com que a obra física atrase ainda mais. A projeção era iniciar estas obras em 2014.

A Valec havia publicado o edital para contratação do projeto executivo no dia 24 de junho deste ano. Conforme Só Notícias já informou, este primeiro trecho da obra compreende um trecho de 890 quilômetros entre Campinorte (GO) - onde se integra a Ferrovia Norte-Sul - a Lucas do Rio Verde. A obra está dividida em sete lotes.

A ferrovia é considerada um dos projetos fundamentais para questão logística de Mato Grosso. Por ela, toda a região Médio-Norte e Norte, onde estão os principais municípios produtores do Estado, poderá escoar sua produção agrícola com custos mais baixos e aumentar a competitividade.


Enviado via iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário