quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Caminhão é trocado pelo trem no transporte de açúcar

26/09/2012 - A Cidade

Cerca de 42 mil viagens de caminhões carregados de açúcar deixaram de ser feitas entre Ribeirão Preto e Santos desde o início da safra deste ano, em maio, devido à substituição do transporte rodoviário pelo ferroviário.

A estimativa é da assessoria de imprensa da Copersucar, comercializadora de açúcar e etanol que inaugurou em março desse ano as novas instalações do Terminal Multimodal de Ribeirão Preto.

O Terminal recebe o alimento de caminhões vindos de usinas da região.

A partir dessa estrutura, o alimento feito da cana-de-açúcar segue para o Porto de Santos por meio de composições ferroviárias.

Desde o início da atual safra, o terminal movimentou 500 mil toneladas de açúcar, conforme a assessoria.

Ambiente

Além da redução de combustível, a retirada dos caminhões gerou benefícios ambientais, como a menor emissão de gases poluentes, além de contribuir para maior segurança e mobilidade no trânsito rodoviário e urbano.

O terminal é parte do montante de R$ 2 bilhões que a empresa investe em projetos de logística até 2015.

A estrutura da companhia permitiu a intensificação do uso da ferrovia para escoamento da produção de açúcar até o Porto de Santos, por meio da "Pêra Ferroviária", necessária para aperfeiçoar o escoamento em larga escala de produção, com a eliminação de manobras dos vagões para o carregamento do produto.
O


Enviado via iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário