quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Poli USP avalia criar centro de pesquisas ferroviárias

07/08/2012 - Revista Ferroviária

Teve início nesta terça-feira (07/08) os debates do 2º Encontro Nacional de Tecnologia Metroferroviária, no auditório da Escola Politécnica da USP, em São Paulo. Participaram da solenidade de abertura José Eduardo Castello Branco, presidente da Valec; José Roberto Cardoso, diretor da Escola Politécnica da USP; Alziro Jornada, presidente do Inmetro; José Antônio Martins, presidente do Simefre; Ozires Silva, criador da Embraer;  além do diretor da Revista Ferroviária, Gerson Toller.

Engenheiro de formação, Castello Branco destacou a necessidade de o setor atualizar as suas normas técnicas para acompanhar o desenvolvimento ferroviário nacional. “O setor está vivendo um grande crescimento, com obras para os transportes de carga e passageiros. Porém, as instituições não estão preparadas para formar profissionais capacitados para dar conta desse novos projetos, que passam por quatro pilares: projeto, implantação, manutenção e operação. Talvez tenhamos que recorrer, inicialmente, a mão de obra europeia”.

De acordo com o diretor da Escola Politécnica, José Roberto Cardoso, a intenção da instituição é criar um centro de pesquisas voltado para ferrovias. “Precisamos voltar a ter a independência de tecnologia ferroviária, que tivemos no passado”, afirmou Cardoso.

O Inmetro também demonstrou interesse e apoio a discussão de novas normas técnicas, que garantam a segurança e qualidade das operações ferroviárias brasileiras. “Estamos empolgados com o momento ferroviário que o Brasil está passando. O setor está na essência do Inmetro. Nossa primeira unidade, inaugurada em 1901, nos EUA, foi criada exatamente para pensar normas técnicas para o setor ferroviário americano, que estava nascendo. Queremos fazer essa conexão entre a academia e o setor industrial aqui no Brasil”, destacou Alziro Jornada, presidente do Inmetro.

O 2º Encontro Nacional de Tecnologia Metroferroviária está sendo realizado nesta terça (07/08) e quarta-feira (08/08) com o objetivo de debater e propor normas técnicas para a fabricação de material ferroviário e para as operações metroferroviárias.  O evento é promovido pela Revista Ferroviária, Simefre e Comitê Metroferroviário (CB06) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Confira a programação do evento:

07 de Agosto

08:30 Credenciamento

09:00 Cerimônia de abertura

9:30 Apresentação 1: Caracterização dos defeitos da geometria da Via Permanente
Coordenador: Leonardo Souza Soares - MRS

10:30 Coffee Break na área de exposição

11:15 Apresentação 2: Classificação de Vias em função do uso, velocidade e restrições
Coordenador: Luiz Antonio Silveira Lopes - IME

12:15 Lunch Box na área de exposição

13:45 Apresentação 3: Uso e aplicação de geossintéticos em obras ferroviárias
Coordenador: Altair Damasceno - Autônomo

14:45 Coffee Break

15:45 Apresentação 4: Classificação, padronização e regulamentação de defeitos detectados por ultrassom em trilhos 
Coordenador: José A. Lorga - CPTM

08 de Agosto

09:30 Apresentação 5: Norma para a homologação do processo produtivo e da qualidade de rodas ferroviárias
Coordenador: Domingos J. Minicucci – MWL Brasil Rodas & Eixos

10:30 Coffee Break na área de exposição

11:15 Apresentação 6: Critérios para o desenvolvimento de sistemas de frenagem visando a sua equalização
Coordenador: Luiz C. Hohmann - GE

12:15 Lunch Box na área de exposição

13:45 Apresentação 7: Requisitos construtivos e funcionais de fixações elásticas.
Coordenador: Henrique C. Carou – MetrôRio  

14:45 Coffee Break

15:45 Apresentação 8: Classificação e identificação de vagões
Coordenador: Isaias Freitas – Vale

16:45 Premiação e Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário