quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Ibama embarga trecho da ferrovia Norte-Sul em Rio Verde, Goiás

29/08/2012 - G1

Segundo órgão ambiental, traçado da obra foi alterado sem autorização. Valec e empresas responsáveis pela obra receberam multa de R$ 7 milhões.

Parte da construção da Ferrovia Norte-Sul está embargada em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, por determinação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Além da paralisação das obras, o órgão ambiental aplicou uma multa de R$ 7 milhões a Valec, estatal responsável pela obra, e às empresas que fazem parte do consórcio.

De acordo com Ibama, o traçado original da ferrovia foi alterado sem licença ambiental para fazer a mudança. O trecho interditado tem quase cinco quilômetros.

O principal motivo da alteração do percurso é reduzir o tamanho de uma ponte sobre o Rio Preto. Desde que a obra foi paralisada, o movimento de caminhões, máquinas e operários diminuiu na região.

Um novo canteiro esta sendo instalado na região do Rio Preto e o alojamento onde vão ficar os operários já esta pronto. No local, máquinas trabalham na terraplanagem e na construção de bueiros.

A Norte-Sul ligará o estado com os portos da região sudeste do país. Vão ser quase 700 quilômetros de trilhos até São Paulo. Quando a ferrovia estiver pronta, deve passar por 22 municípios goianos, oito deles só no sudoeste do estado. As obras na região começaram no fim de 2010 e a previsão é que terminem até 2014.

Por nota, a Valec informou que comunicou o Ibama sobre as mudanças no projeto, mas por causa da demora na resposta, a construtora decidiu dar início às obras no trecho. Segundo a assessoria, todos os documentos necessários para a alteração já foram encaminhados ao órgão e aguardam aprovação.

Fonte: Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

Nenhum comentário:

Postar um comentário