sábado, 7 de julho de 2012

Polícia Federal prende ex-presidente da Valec

05/07/2012 - O Globo/RF

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira José Francisco das Neves, ex-presidente da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias, e mais três pessoas acusadas de fraude em licitações da Ferrovia Norte-Sul. Em apenas quatro inquéritos, a PF constatou sobrepreço de R$ 129 milhões nas obras da ferrovia entre Goiás e Tocantins.

A Revista Ferroviária apurou que a Polícia Federal está na sede da Valec, em Brasília, e interditou as salas onde funcionam a controladoria e a área de tecnologia da informação. Os policiais estão no local para investigar as acusações de superfaturamentos de obras.

Segundo a Polícia Federal, o objetivo da ação é cumprir quatro mandados de prisão temporária, sete mandados de condução coercitiva, 14 mandados de busca e apreensão e sequestro de 15 bens imóveis nos municípios de Goiânia (GO), Mundo Novo (GO), Uruaçu (GO), Inhumas (GO), Senador Canedo (GO), Orizona (GO), Paulínia (SP) e Campinas (SP).

Neves, conhecido como Juquinha, foi preso na casa em que mora no condomínio Alphaville, em Goiânia, perto do imóvel onde foi detido o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Na chamada Operação Trem Pagador, foram presos ainda a mulher, o filho e um sócio do executivo.

Juquinha comandou a Valec de 2003 a 2011, quando foi demitido em meio a denúncias de irregularidades que derrubaram a cúpula do Ministério dos Transportes.

A Operação Trem Pagador, iniciada em agosto de 2011,apura a autoria e materialidade dos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, em decorrência da possível ocultação e dissimulação da origem de dinheiro e bens imóveis, rurais e urbanos, adquiridos no próprio nome e de familiares, com recursos obtidos indevidamente durante a gestão do ex-dirigente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário