quinta-feira, 14 de junho de 2012

Mato Grosso discute impacto de ferrovia e de terminal de cargas em Rondonópolis

04/06/2012 - Transporta Brasil

Segundo relatores do debate a instalação dos novos empreendimentos vai dobrar a população e o PIB da região nos próximos 15 anos e esse crescimento precisa ser planejado

Silas Colombo, repórter do Portal Transporta Brasil
Entre em contato
As comissões de Viação e Transportes, Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio realizam em Rondonópolis (MT), um debate sobre o impacto da chegada da ferrovia e da construção de um terminal de cargas na cidade, que será o maior da América do Sul, ocupando uma área de 385 hectares.

A iniciativa é do deputado Wellington Fagundes (PR-MT). Ele explica que Rondonópolis é um polo de produção agrícola e de cargas rodoviárias do Estado, abrigando grandes empresas de transporte de cargas, algumas com centenas de caminhões e a chegada desses investimentos beneficiará o setor na região.

“A expansão da Ferrovia Vicente Vuolo até Rondonópolis será de grande impacto econômico para todo o estado. Deverá atrair novas indústrias, gerando oportunidades de emprego, formando novas cadeias produtivas e inserindo definitivamente toda a região sul de Mato Grosso em um novo ciclo econômico e social”, disse Fagundes.

“A população e o PIB mais que dobrarão em até 15 anos. Rondonópolis só tem a ganhar com essa obra, mas nem sempre crescimento resulta em melhoria de vida para todos os moradores. A cidade precisa de um planejamento para absorver esses impactos e ganhar com essa obra”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário