quinta-feira, 31 de maio de 2012

Audiência pública sobre o trem regional de passageiros acontece nesta 5ª em POA

24/05/2012 - Jornal Agora

Proposta já foi aprovada pelo Ministério dos Transportes e está em fase de estudos pela UFSC


Acontece nesta quinta, às 15h, no Plenário da Câmara Municipal, a audiência pública que tratará sobre o retorno do trem regional de passageiros. A proposta, que quer instaurar um trem de passageiros ligando Capão do Leão, Pelotas, Rio Grande e Cassino, já foi aprovada pelo Ministério dos Transportes e está em fase de estudos pelo Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Conforme explicou o propositor da audiência, vereador Patola (PPS), a proposta foi aprovada pela Secretaria de Política Nacional de Transporte, que disponibilizou R$ 700 mil para estudos que já estão sendo feitos pela UFSC. O parlamentar informou que o estudo deverá ser apresentado à presidente Dilma Roussef no final do ano. Se for aprovado, terá início o processo de licitação para o começo das obras.

Para o vereador, é muito importante que a comunidade rio-grandina participe da audiência e exponha suas opiniões, principalmente sobre o trajeto das linhas. Sobre os benefícios que o retorno do trem de passageiros poderá trazer à comunidade, Patola falou do deslocamento dos acadêmicos que estudam em Pelotas, o incremento que a iniciativa dará ao turismo no Cassino, além de trazer uma nova opção de transporte dentro cidade.

Foram convidados para participar da audiência, o assessor Executivo do Ministério dos Transportes, Reynaldo Araujo Soares; o engenheiro de transportes e coordenador de estudos e viabilidade, econômico, financeiro, social e ambiental da UFSC, Rodolfo Carlos Nicolazzi; o representante da empresa Trensurb de Porto Alegre, Paulo Timóteo; o diretor superintendente da Metroplan, Oscar Escher; o deputado estadual Alexandre Lindenmeyer (PT); o senador Paulo Paim (PT); o prefeito Fábio Branco; a presidente da Amperg, Ivone de Carvalho; o pesquisador da viação férrea do RS, João Antônio Wincler; e representantes do ministério das cidades; do ministério dos transportes; da Casa Civil; da Azonasul; e da empresa ALL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário