segunda-feira, 30 de abril de 2012

Eike e Vale assinam memorando para ligação ferroviária

26/04/2012 - O Globo

A presidente Dilma Rousseff visita nesta quinta-feira as obras de dois terminais logísticos do Complexo Superporto de Açu em São João da Barra, Norte do Rio, pelo grupo EBX do bilionário Eike Batista.

O evento marcará também o início de produção de petróleo da OGX, no campo de Waimea, na Bacia de Campos, que começou em janeiro último. O campo de Waimea está produzindo atualmente cerca de 13 mil barris diários de petróleo.

Na construção da infraestrutura do Porto do Açu, a LLX, empresa do grupo EBX, está investindo cerca de R$ 3,8 bilhões.

A OSX, por sua vez, está construindo um estaleiro no local com investimentos da ordem de R$ 3 bilhões. Essa é a primeira vez que um presidente da República visita São João da Barra. O último estadista a visitar a região foi Dom Pedro II.

O presidente do grupo EBX, Eike Batista, vai assinar um memorando de entendimentos com o presidente da Vale, Murilo Ferreira, com o objetivo de concluir os estudos de viabilidade para construir uma malha ferroviária interligando o Porto do Açu até o porto do Rio de Janeiro.

O secretário de transportes do Rio, Julio Lopes, explicou que a ferrovia terá um total de 354 quilômetros de extensão, dos quais 40 serão novos, e o restante será construído com a recuperação da antiga ferrovia da FTA (da Vale do Rio Doce), que está praticamente desativada há mais de cinco anos.

- Essa obra tem um investimento previsto R$ 1,6 bilhão e será muito importante para a integração da malha ferroviária brasileira com o transporte de diversos tipos de carga, como carvão e minério de ferro - disse Júlio Lopes ao explicar que futuramente será analisada a possibilidade de transportar também a população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário