segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Construção da Ferrovia Centro-Oeste entra em nova fase

08/01/2012 - Circuito Mato Grosso

De acordo com o prefeito de Lucas do Rio Verde, a ferrovia é uma das obras mais importantes para o desenvolvimento econômico de Mato Grosso, por facilitar e reduzir os custos de logística para o escoamento da produção do Estado.

A previsão é concluir o Projeto Básico da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico) até o final deste mês, para que a partir de fevereiro sejam abertas as licitações para a contratação de empresa responsável pela elaboração do projeto executivo da obra, é o que revela Rafael Barros, engenheiro residente da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, na cidade de Lucas do Rio Verde.

Segundo ele, a previsão é dar início a segunda etapa em abril e concluir a elaboração do novo estudo no máximo até o final de 2012, para que a partir de 2013, a obra comece efetivamente.

Diferente do projeto básico, o executivo apresenta informações mais detalhadas sobre o traçado da ferrovia. Barros explica que o estudo tem como base o trabalho de sondagem e análise topográfica da área e visa definir a localização final da obra.

Quando concluída, a Fico irá interligar as cidades de Campinorte em Goiás a Vilhena em Rondônia, passando por Lucas do Rio Verde e dezenas de outros municípios. Serão investidos R$ 6,4 bilhões na construção de 1638 quilômetros de ferrovia. Os recursos são do governo federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II).

De acordo com o prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, a ferrovia é uma das obras mais importantes para o desenvolvimento econômico de Mato Grosso, por facilitar e reduzir os custos de logística para o escoamento da produção do Estado.

Estimativas apontam que depois de concluída, a ferrovia irá transportar aproximadamente 26 milhões de toneladas somente de grãos, com economia e agilidade significativas para todos os setores.
 
No entanto, os benefícios vão muito além da redução no custo de transporte e acesso mais rápido aos portos. “Com a ferrovia concluída, a região irá atrair grandes projetos e investimentos da iniciativa privada, gerando mais empregos e oportunidades para todos,” ressalta o prefeito. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário