sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Chineses apresentam estudo para trecho da Ferronorte

15/12/2011 - 24 Horas News

Engenheiros da empresa chinesa Railway, interessada na concessão da ferrovia Ferronorte, no trecho entre Cuiabá-Santarem, se reuniram em Brasília, com o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo, o coordenador da bancada do centro-oeste, deputado federal Wellington Fagundes (PR) e com governador Silval Barbosa (PMDB), para apresentar estudos técnicos, econômicos e ambientais, realizados na área onde será construída a ferrovia.

De acordo com o grupo chinês, as análises detectaram que no trecho de aproximadamente 2 mil quilômetros por onde passará os trilhos, não há impedimento técnico ou ambiental para a realização da obra.

A intenção da empresa chinesa é discutir com o governo a melhor estratégia a ser utilizada para a construção respeitando as características da região. Segundo o secretário de estado de acompanhamento de logística intermodal de transporte, Francisco Vuolo, que também participou da reunião, os contratos para iniciar as obras devem ser firmados em 2012.

"O desejo do governo do Estado e da bancada federal mato-grossense é que a ferrovia avance até Santarém, garantindo a integração, potencializando o Estado e fazendo com que Mato Grosso seja mais competitivo", acrescentou Vuolo.

Para Fagundes a construção vai facilitar o escoamento da produção de Mato Grosso. “Mato Grosso tem hoje o maior volume de produção agrícola do país e tudo é transportado por rodovias, precisamos buscar alternativas e a ferrovia é hoje dos meios de transportes mais viáveis para o Estado”.

O presidente da ANTT ressaltou que o empenho demonstrado pelo grupo chinês e governo do Estado é um grande passo para a concretização desse trecho da Ferronorte. “Existe grande possibilidade do projeto ser realizado, pois o governo federal tem demonstrado interesse na construção de ferrovias no país, e o Estado necessita de uma logística mais competitiva”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário