quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Alckmin anuncia R$ 7 milhões e plano para modernizar ferrovia EFCJ

02/11/2011 - Agora Vale

A estrada de ferro completará um século de existência dentro de três anos.

Na manhã desta quarta-feira (2), com a presença do prefeito João Ribeiro e várias autoridades da região, a Estrada de Ferro Campos do Jordão, em Pindamonhangaba, recebeu a visita do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.
 
Alckmin chegou por volta das 10h00, quando foi recepcionado nas oficinas da ferrovia pelo diretor Antonio Carlos Collus. Filho da cidade, o governador do Estado esteve em Pinda para anunciar investimentos de R$ 4,1 milhões para a recuperação da tradicional ferrovia, a ‘estradinha’.
 
Na oportunidade, Alckmin e o secretário dos Transportes Metropolitanos (STM), Jurandir Fernandes anunciaram a assinatura do convênio de Cooperação Técnica e Operacional entre a EFCJ, a STM e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).
 
A estrada de ferro completará um século de existência dentro de três anos. De acordo com o governo, a modernização agora é facilitada porque ela foi reenquadrada  em sua categoria. Antes pertencia à Secretaria de Esportes e agora faz parte da STM. “Ela agora está em boa companhia...onde existe equipe técnica...São 260 engenheiros!” ressaltou
 
Fernandes ressaltou que a Secretaria vai transformar a ferrovia, atuando em três frentes: na questão humana, na de investimentos e na manutenção da via permanente. A STM adquiriu para a EFCJ materiais e equipamentos que não eram trocados há mais de 30 anos. “Muitos desses equipamentos nem existiam na ferrovia!”, acrescentou.
 
O governador paulista lembrou citou um dos seus piores momentos da ferrovia na década de 80, com trechos inutilizados. Nesse período, o então governador Franco Monto iniciou a reestruturação da ‘estradinha’. Alckmin, deputado estadual na época, recordou José Salgado Ribeiro - irmão do prefeito de Pindamonhangaba - que faleceu em acidente em 1988 quando era  diretor da ferrovia e um dos responsáveis pela sua recuperação. “Zé Ribeiro foi quem recuperou a Estrada de Ferro Campos do Jordão!”, disse o governador.
 
O Estado liberou em maio R$ 2,9 milhões para obras de restauração da malha ferroviária. Com o anúncio desta quarta-feira, o total de recursos liberados é de mais de R$ 7 milhões, que visam modernizar e preparar a EFCJ para o turismo.

“Demanda tem! Até 9 de janeiro de 2012 não há mais vagas para o trem de turismo para Campos do Jordão!”, falou o governador
 
Dentro dos planos de modernização estão incluídos, compra de equipamentos, manutenção do patrimônio atual da estrada de ferro e valorização dos ferroviários, com a readequação de salários. O Estado promete concursos públicos para o provimento de vagas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário