segunda-feira, 11 de julho de 2011

TAV: prazo acaba e Governo não recebe propostas

11/07/2011

A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) confirmou, após encerramento do prazo de entrega, que nenhuma empresa apresentou proposta para o leilão do Trem de Alta Velocidade.

O prazo para a entrega na Bovespa, em São Paulo, acabou hoje (11/07) às 14hs. Uma das interessadas, a Bombardier afirmou que não entregou proposta pois não houve tempo suficiente para formar o consórcio. A Alstom, outra candidata, afirmou que só irá se pronunciar após manifestação da ANTT.

O diretor-geral da agência, Bernardo Figueiredo, dará uma coletiva de imprensa às 17hs, em Brasília, para maiores esclarecimentos sobre o processo de construção do TAV brasileiro.

Provavelmente, o governo irá mudar o modelo de concessão, como adiantou a Revista Ferroviária (06/07), para uma parceria público-privada (PPP). Nesse modelo, semelhante ao da Linha 4 – Amarela do Metrô de São Paulo, a obra seria custeada pelo Governo Federal, e a operação, a compra dos trens, a tecnologia, os trilhos e a sinalização ficariam a cargo da concessionária vencedora do processo.

No caso do TAV, o custo das obras de infraestrutura chega a mais de 70% do projeto. A concessionária também ficaria responsável pela elaboração do estudo executivo de engenharia.

Revista Ferroviaria

Nenhum comentário:

Postar um comentário