terça-feira, 14 de junho de 2011

Transnordestina terá mais R$ 400 milhões do Finor

13/06/2011 - Folha de Pernambuco

A ferrovia Transnordestina receberá mais R$ 400 milhões, oriundos do Finor – Fundo de Investimentos do Nordeste até o fim deste mês. A verba faz parte de financiamentos junto ao BNB – Banco do Nordeste e à Sudene.

Ao contrário do que tem circulado nos bastidores, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, afirmou que as obras no município de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, não foram paralisadas e que os únicos problemas contratuais dizem respeito ao trecho do Ceará. Pela primeira vez ele levantou a hipótese de os serviços no estado vizinho serem concluídos apenas em 2014.

Segundo o ministro, os aditivos contratuais estão sendo tratados com o Ministério dos Transportes. “Há outra negociação em curso, com o BNDES, que é para a conversão das debêntures. O banco deve bater o martelo em dez ou 15 dias. A previsão é que em julho teremos o trecho do Ceará ativado, o que é prioridade do Governo Federal”, apontou.

Orçada em R$ 5,4 bilhões, estima-se que a ferrovia fique 15% mais cara, o que ainda não agrada a Transnordestina Logística, empresa responsável pelo empreendimento que passará também pelo Piauí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário