sexta-feira, 17 de junho de 2011

Com apoio da Câmara, trilhos Ferrovia devem chegar a Cuiabá em 2015

16/06/2011 - O Documento

A Câmara de Cuiabá teve participação direta na vitória da luta de Mato Grosso para que seja possível que os trilhos da Ferrovia Senador Vicente Vuolo cheguem até Cuiabá, provavelmente em meados de 2011. A avaliação partiu do vereador licenciado Francisco Vuolo (PR), titular da Secretaria Extraordinária de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, na tribuna da Câmara Municipal, durante sessão ordinária desta quinta-feira (16/06), em ato simbólico de entrega de convites aos parlamentares municipais para o Seminário ‘Desenvolvimento e Ferrovias’, nesta segunda-feira (20/06), a partir das 14 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Estado (Fiemt).

Durante o Seminário, o governador Silval Barbosa, o presidente da Frente Parlamentar das Ferrovias, deputado catarinense Pedro Uczai (PT) e Francisco Vuolo vão assinar o Termo de Compromisso para elaboração Estudos e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), Estudo de Viabilidade Econômica e a ordem para elaboração do projeto de engenharia da Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT).

Os vereadores Misael Galvão (PR), Arnaldo Penha (PMDB), Professor Néviton Moraes (PRTB), Pastor Washington Barbosa (PRB) e Domingos Sávio (PMDB) foram incumbidos, pela Mesa Diretora, de representar a Câmara de Cuiabá, no evento.

O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Júlio Pinheiro (PTB), destaca que o Palácio Paschoal Moreira Cabral sempre deu suporte à luta pela chegada dos trilhos à Capital mato-grossense.

“A Câmara Municipal é cúmplice dessa luta desde os áureos tempos do ex-senador Vicente Vuolo, que hoje dá nome à ferrovia. E, de forma brilhante, tem seqüência com o seu filho Francisco, que muito dignificou esta casa de leis”, argumenta Júlio Pinheiro.

“Uma das grandes notícias para é a Ferrovia da Integração do Centro-Oeste (Fico), que sai de Goiás, passa por Cocalinho, Água Boa, até Lucas de Rio Verde e, futuramente, integrada à Ferrovia Senador Vuolo”, pondera Vuolinho.

“A ferrovia vai trazer poder de competitividade aos nossos produtores. Possibilitar a vinda de várias indústrias para Mato Grosso, competindo com outros estados, e também, agregando valores, através do processo de industrialização. Com o frete barato da ferrovia, Mato Grosso dá um salto de qualidade e vai possibilitar um ganho maior para nossos produtores”, completa Vuolinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário