quinta-feira, 28 de abril de 2011

Justiça Federal adia decisão sobre futuro do TAV

28/04/2011 - Transporte e Idéias

A decisão sobre o pedido de suspensão do processo de licitação do projeto de construção do trem de alta velocidade (TAV) feito pelo Ministério Público Federal foi adiada por pelo menos 10 dias. A informação é do site “EPTV”.

O juiz da 9ª Vara Federal, Antonio Corrêa, recebeu da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informações sobre o projeto que prevê a interligação ferroviária das cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. O juiz, promotores e especializados devem analisar as informações antes do agendamento de uma nova audiência ou anúncio de uma decisão sobre o caso.

De acordo com o “EPTV”, o Ministério Público Federal (MPF) recomenda a suspensão da licitação até que sejam tomadas medidas para regulamentar o tansporte rodoviário, como a concessão de novas autorgas para todas as linhas de transporte rodoviário interestadual e internacional do Brasil. O Ministério Público considera as medidas essenciais para que seja feita uma comparação de preços entre as passagens de trem e ônibus.

O leilão do TAV já foi adiado duas vezes e deve acontecer no dia 29 de julho

Nenhum comentário:

Postar um comentário