sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Aberta licitação para contorno de Três Lagoas

10/12/2010 - MS Notícias

A agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) por meio da Coordenadoria de Licitação de Obras publicou hoje (8) no Diário Oficial, o aviso de convocação das empresas para participarem do ato publico de divulgação do julgamento da habilitação da concorrência para supervisão da obra do contorno ferroviário de Três Lagoas.

A comissão nesta convocação estará informando às empresas que lograram classificação da proposta na competição e estará divulgando os preços das propostas das empresas habilitada nesta fase. A reunião será realizada amanhã (9) às 9 horas, na sala de reuniões da Agesul, situada na Avenida Desembargador Nunes da Cunha, s/n, bloco 14 – Parque dos Poderes.

Contorno Ferroviário

O contorno ferroviário de Três Lagoas é uma obra emblemática do governo do Estado, por meio de parceria entre governo federal, Ministério dos Transportes e DNIT, sendo de suma importância para o desenvolvimento urbano e para a economia do município. Com a obra, será possível a retirada dos trilhos da região central, gerando mais segurança para motoristas e pedestres.

Com investimentos da ordem de R$ 33 milhões, o contorno terá extensão de 12,400 quilômetros e ligação com o trecho Bauru/Campo Grande, viabilizando assim o escoamento da produção do Estado rumo ao porto de Santos.

De acordo com o secretário-adjunto de Obras Públicas e Transportes, Marco Aurélio Pereira, a obra do contorno ferroviário é uma das mais importantes obras, para Três Lagoas e para o Estado: “Os benefícios socioeconômicos que a população terá são o aumento de segurança do transporte, diminuição dos índices de acidentes de trânsito e a valorização de imóveis da cidade. Será possível a retirada dos trilhos gerando segurança para motoristas e pedestres, como foi feito em Campo Grande, tornando área de convívio para toda a população.

É uma obra há muito tempo esperada por Três Lagoas e que vai minimizar os problemas da cidade e gerar melhorias do sistema viário, com mais segurança”, conclui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário