sábado, 14 de agosto de 2010

Dilma Rousseff promete concluir as ferrovias Transnordestina e Norte-Sul


12/08/2010
A candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, prometeu nesta última quarta-feira a conclusão da Ferrovia Transnordestina, que vai ligar o interior do Nordeste aos portos de Pecém (CE) e Suape (PE), e da Ferrovia Norte-Sul, que vai de Açailândia (MA) a Estrela D’Oeste (SP) durante o evento Brasil nos Trilhos, promovido pela Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF).
“Caso eu seja eleita, minha função será concluir a Transnordestina e prolongar a Norte-Sul, que são as questões mais estratégicas para o nosso país. Segundo ela, os estados do Nordeste e do Centro-Oeste precisam escoar sua produção, e terão um surto de crescimento e de desenvolvimento”, com as duas ferrovias.
A candidata explicou que a ideia é que a Ferrovia Norte-Sul tenha uma continuação, desde Estrela D’Oeste (SP), que é o trecho final do projeto previsto, até o Rio Grande do Sul. “No meu período vamos ter que entregar, sem sombra de dúvida, até Estrela D’Oeste e deixar o restante licitado e já iniciado”, prometeu a candidata.
As ferrovias estão previstas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e devem ser concluídas em 2012. A Norte-Sul tem 2,2 mil quilômetros e investimentos previstos de cerca de R$ 6,4 bilhões. Já a Transnordestina terá 1,7 mil quilômetros construídos e 550 quilômetros remodelados, a um custo de R$ 5,4 bilhões.
Dilma disse que o grande problema do transporte ferroviário no Brasil é o de longo percurso. “Enquanto a gente estiver transportando minério de ferro e soja em grão utilizando as rodovias, nós vamos ter um problema sistemático nas rodovias. Esse tipo de transporte é típico de transporte ferroviários”.
Ao final do evento, Dilma recebeu um troféu dos representantes da organização do evento e se comprometeu com os empresários do setor. “O setor ferroviário pode contar comigo, porque eu conto com ele. Assim como vocês, eu também quero o Brasil nos trilhos”.
Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário