terça-feira, 13 de abril de 2010

Trens regionais devem estar prontos até a Copa



13/04/2010 - Jornal Cruzeiro do Sul

A Secretária de Transportes Metropolitanos de São Paulo termina no próximo dia 26 o estudo preliminar sobre as linhas de trens de passageiros interligando a capital paulista à Baixada Santista e a Sorocaba. A idéia é que o projeto esteja implementado até a Copa de 2014. De acordo com o Presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU/SP), João Paulo de Jesus Lopes, que coordena o grupo que desenvolve o estudo, os trens que farão as viagens deverão atingir velocidades médias de 120 a 130 km por hora.
"Queremos competitividade com as linhas rodoviárias. A viagem para a Baixada não poderá demorar mais que 40 minutos e as tarifas também serão próximas às praticadas pelos ônibus", disse nesta segunda-feira (12). A ferrovia para o litoral deverá ter cerca de 80 km e a entre a capital e Sorocaba, 100 km. Na Baixada Santista, o grupo avalia a possibilidade de adaptar a antiga ferrovia sorocabana para o recebimento de trens modernos. Nesse caso, a linha interligaria a antiga estação Samaritá, em São Vicente, à estação Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.
Para Lopes, os trens serão um grande atrativo para os usuários de fretados, que diariamente sobem a serra para trabalhar em São Paulo. "Nossas estradas são as melhores do País, mas já viraram grandes avenidas de tão movimentadas. Trem não congestiona, não polui. Queremos oferecer um transporte com dignidade, com conforto, ar-condicionado", explicou. Segundo ele, as obras de implementação demorariam entre dois e três anos. Mas antes disso, o governo do Estado precisa decidir o modelo de investimento, se haverá uma Pareceria Público Privada (PPP) ou não.
"Os estudos ainda são muito precoces para dizermos isso", disse Lopes, que tampouco quis dar uma estimativa de custo. "Só posso dizer que é caro, bem caro. O preço é compatível ao de uma linha de metrô." Nesta segunda-feira (12), Lopes participou de uma Audiência Pública em Santos para discutir a implementação do SIM (Sistema Integrado Municipal) e do primeiro trecho do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), que terá 11 quilômetros entre Barreiros, em São Vicente e o Porto de Santos. Segundo ele, o edital do projeto deverá ser publicado até "meados de junho".

Nenhum comentário:

Postar um comentário