quarta-feira, 31 de março de 2010

França fecha maior o contrato PPP do mundo



30/03/2010 - Business Week

Um consórcio liderado pela Vinci SA foi selecionado, em um contrato PPP (Parceria Público-Privada) de US$ 9,8 bilhões, para construir e operar uma linha de alta velocidade de TGV entre as cidades francesas de Tours e Bordeaux.
O acordo será assinado no segundo semestre, com as obras começando em 2011, durando cinco anos. A concessão perdurará até 2060. O consórcio, que inclui as empresas Axa SA e Caisse des Depots et Consignations, construirá mais de 300 km de vias de alta velocidade.  Autoridades locais financiarão uma metade da PPP, enquanto o consórcio vencedor e a operadora ferroviária RFF (Reseau Ferre de France) irão arcar com a outra parte.
“É uma das maiores PPP do mundo”, disse Pierre-Denis Coux, principal mentor do projeto que está sendo realizado pela RFF. A encomenda marca a primeira vez que a França adota um novo modelo de concessão, o qual é tipicamente mais arriscado e potencialmente mais vantajoso para o contratante, uma vez estendidas a construção, operação e custos de manutenção, junto com as receitas de tráfego. Alguns países, incluindo o Reino Unido, adotaram as PPP como forma de atualização de suas infraestruturas sem a necessidade de se gastar verbas públicas.

http://www.revistaferroviaria.com.br/index.asp?InCdNewsletter=5256&InCdUsuario=3307&InCdMateria=10120&InCdEditoria=3

Nenhum comentário:

Postar um comentário