terça-feira, 7 de agosto de 2012

ABIFER na mídia: Segmento terá centro técnico para capacitar mão de obra

07/08/2012 - Brasil Econômico

As perspectivas para o setor metroferroviário esbarram na falta de mão de obra especializada. 

Não raro, muitas empresas cuidam da capacitação, treinamento e formação de seus profissionais, já que são raros cursos nesse segmento. 

O Senai, em parceria com o governo da França, vai investir R$ 60 milhões na construção de um centro de formação para a área. "O objetivo é organizar um marco de tecnologia e competência entre os países", disse Stéphane Mousset, cônsul econômico do governo da França. 

Durante anos, as empresas precisaram investir na formação de seus trabalhadores. "É com um ver profissionais experientes dando treinamento aos novos trabalhadores do setor", explicou Marco Contin, vice-presidente da Alston para o norte da América Latina e diretor geral do setor de transporte no Brasil. 

"Vamos nos basear nos bons exemplos para termos a melhor escola técnica do setor ferroviário do mundo", afirmou Paulo Skaf, presidente da Fiesp durante reunião com representantes do setor. 

Vicente Abate, presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), explicou que o setor gera 20 mil empregos diretos e 60 mil indiretos no país e que o investimento do Senai chega em boa hora. "A procura por profissionais nessa área vem crescendo juntamente com a demanda". 

Ainda não há definição sobre o local em que o novo centro do Senai será construído, mas com a grande concentração de empresas na região de Campinas, há rumores de que a unidade se instale no interior de São Paulo. 

"Esperamos que ele seja construído na região de Hortolândia, seria um grande ganho para o setor", afirma Abate.

    

Nenhum comentário:

Postar um comentário